Pelo fim da violência contra as mulheres

REDE DE ENFRENTAMENTO

Secretaria da Mulher divulga ações para 2020

Órgão planejou diversas atividades voltadas para o enfrentamento da violência doméstica

Publicado em: 13/02/2020 por Ariel Rocha

Secretaria de Políticas para Mulher

Secretaria da Mulher divulga ações para 2020

Objetivo principal é apresentar os serviços da secretaria para a comunidade e servidores do Município. (Foto: Edmara Silva)

O planejamento geral de ações da Secretaria Municipal de Políticas para Mulher, SMPM, incluem diversas atividades de prevenção e combate à violência contra a mulher.  Nos eventos pré e durante carnaval, o órgão promove campanhas educativa entre os foliões, a respeito do assédio e importunação sexual. Além de realizar a entrega de material informativo em pontos estratégicos da cidade e nos circuitos da festa carnavalesca. 

Em março, mês da mulher, a SMPM garante atividades comemorativas, com a temática “A Importância de Cuidar de Si”.  Objetivo é apresentar os serviços da secretaria para a comunidade e servidores do Município. Eventos propõem a participação de profissionais da psicologia e da equipe que atua no órgão. Também fazem parte da programação desse mês atividades culturais, como shows, bate-papos, recreações e feirinhas de artesanatos. 

A 6ª Conferência Municipal de Politicas para Mulher está prevista para ocorrer em abril, mês de aniversário da Secretaria. Durante todo o ano, o órgão irá promover capacitações profissionais com as mulheres em situação de violência, atendidas pela rede de enfrentamento. Palestras, habilitações internas, mobilizações de entidades e eventos comemorativos voltados para a mulher estão inclusos no calendário de funcionamento do ano.  

Secretária da Mulher, Edna Ventura, afirma que as campanhas são permanentes e as ações para 2020 foram pensadas estrategicamente. “Violência contra mulher não é uma coisa que atinge apenas determinado tipo de pessoa ou classe social, não tem padrão, essa violência física e psicológica contra a mulher afeta todos nós como sociedade. Então, precisamos fortalecer cada vez mais o enfrentamento e as políticas públicas voltadas para o combate”, explicou.

Pelo fim da violência contra as mulheres

Apaixone-se por Imperatriz