Meio Ambiente

SUSTENTABILIDADE

Prefeitura participa de ação ambiental promovida pelo 50º BIS

Atividade é parte do Projeto de Revitalização da Área de Preservação Permanente nas dependências do Batalhão.

Publicado em: 09/06/2020 por Léo Costa

Secretaria do Meio Ambiente

Prefeitura participa de ação ambiental promovida pelo 50º BIS

O Ceste doou 1.516 mudas de árvores nativas. e o plantio seguiu orientação técnica da Semmarh. (Foto: Assessoria)

Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho, a Prefeitura de Imperatriz, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Semmarh, participou nesta terça-feira, 9, de uma ação de prática ambiental promovida pelo 50º Batalhão de Infantaria de Selva, 50º BIS. O trabalho é parte do Projeto de Revitalização da Área de Preservação Permanente, APP, de uma nascente perene e do riacho Santa Tereza.

“Essa ação promovida pelo 50º BIS visa o fortalecimento da área verde ali existente e a preservação do Riacho Santa Tereza, parte da bacia hídrica de nossa cidade. Essa foi mais uma importante parceria entre Prefeitura e Exército em prol de um meio ambiente mais equilibrado”, enfatizou a titular da Semmarh, Rosa Arruda.

De acordo com o comandante do 50º BIS, tenente-coronel Rodrigo Oliveira Genial, um dos principais objetivos do projeto é a recuperação da área de preservação permanente de uma nascente perene e do riacho Santa Tereza, trecho que corta a área de mata do Batalhão Capitão-Mor Moniz Barreto.

“A proposta é a recuperação de uma área de 1,95 hectares, considerada de Preservação Permanente, cuja extensão é de aproximadamente 227 metros ao logo da margem da nascente até a Avenida Bernardo Sayão e de 81 metros as margens do riacho Santa Tereza. O modelo usado para a restauração da área degradada foi o de plantio de 1.516 mudas de árvores nativas seguindo orientação técnica de engenheiro ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos", destacou o oficial.

Além da Secretaria de Meio Ambiente, responsável pela orientação técnica, o Exército contou com a parceria do Consórcio Estreito Energia, Ceste, que fez a doação das 1.516 mudas nativas produzidas pelo Viveiro Florestal mediante convênio com a Universidade Estadual do Maranhão, UEMA, e a Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão, Fapead.

Cerca de 20 espécies foram utilizadas no projeto de revitalização da área, tais como: Jucá, Pau-de-Rato, Angico Preto, Mutamba, Cajuí, Gonçalo Alves, Angico Branco, Bacaba, Buriti, Sombreiro, Gameleira, Jenipapo, Açaí, Ipê Roxo, Ipê Branco, Ipê Amarelo, Jatobá, Aroeira, Ingá-de-Metro e Ingá-de-Macaco.

Meio Ambiente