Blog

Nossa Gente

Glória Cortez

Pioneira na luta pelo tratamento de Câncer em Imperatriz

Publicado em: 20/07/2017 por Luana Barros

Maria da Glória de Araújo Cortez nasceu em 08 de maio de 1949, em Terra Santa (PA), filha de Urbano Ferreira de Araújo e Mercedes Oliveira de Araújo. Ainda adolescente, mudou com a família para Belém/PA, onde conheceu o imperatrizense Mário da Rocha Cortez, com quem casou em 22 de dezembro de 1973. Recém-casados, mudaram-se para o estado de São Paulo mas, em 1975, estabeleceram residência em Imperatriz. Glória é formada em Administração, pela AIEC, em 2011.

“Senti-me tão bem acolhida pelo povo desta terra hospitaleira, que abracei Imperatriz como minha e aqui tive filhos, fiz história e defendi e defendo esta cidade com todas as minhas forças”, disse.

Ainda na década de 80, começou a realizar trabalhos sociais com pessoas com deficiência, buscando melhorias para aqueles que lutam para superar diversas barreiras.

Em 1988, Glória foi diagnosticada com câncer de mama e ainda sem conhecimento das questões que envolviam a doença acreditou ser uma “sentença de morte”. Mas, no período que ficou fora de Imperatriz, realizando tratamento e recebendo apoio da família e amigos, Glória fortaleceu sua fé e entendeu que “apesar das dificuldades do tratamento, o câncer é algo possível de ser superado”, afirma.

Sua trajetória de luta tem ainda a superação de novos diagnósticos de câncer de mama em 1995 e 2003 e isto trouxe-lhe a motivação necessária para fundar, unida a outros na mesma situação, a Associação de Amparo aos Pacientes de Câncer da Região Tocantina (AMPARE). A entidade tem o objetivo de colaborar e acompanhar pacientes e familiares e também lutar junto ao poder público para implantação e ampliação do tratamento de câncer em Imperatriz.

Este ano, Glória foi uma das personalidades escolhida para receber a distinção honrosa "Orgulho da gente". 

Nossa Gente

Apaixone-se por Imperatriz