CMAS

Conselho Municipal de Assistência Social

O Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS) tem o papel de estabelecer normas e fiscalizar a prestação de serviços sociais públicos em Imperatriz. 

 Dois grupos de conselheiros compõem o CMAS: os representantes do poder público, indicados pelo governo municipal e os representantes da sociedade civil, eleitas pelas entidades inscritas no Conselho Municipal de Assistência Social. São representantes da sociedade civil, as entidades sociais prestadoras de serviços, de defesa dos usuários e as entidades que representam os trabalhadores da área social.

Compete ao CMAS atuar na formulação e controle da execução de política social; deliberar sobre o planejamento local social resultando no Plano Municipal de Assistência Social, fiscalizar medidas para o aperfeiçoamento dos serviços prestados na área, examinar propostas e denúncias sobre a área de assistência social.

Compete ainda aos conselheiros, somarem-se ao Poder Executivo Municipal na consecução da política de descentralização da assistência social; atuar na política da assistência social e não na política partidária, acompanhar e avaliar os serviços prestados, a nível local, na área e fiscalizar os órgãos públicos e privados componentes do sistema municipal de assistência social. 

Conselheiros titulares e suplentes: Dvina Pereira Brito, Karla Maiza Araújo, Andréia Aquino Santos, Joelma Batista Franco, Maria Aleluia Evangelista Carneiro, Paola Lima Silva Costa, Francisca Camelo de Melo, Lea Cecília Dias Silva, Katiana Miranda Sá Santos, Cristiane Barros Fonseca, Maria de Jesus Torquato Cavalcante, Antônio Alves Santana, Odolina Lúcia Azevedo, Oton Reis Rodrigues, Maria Rita Conceição Viana, Marcelina Nascimento de Almeida, Francisco Pereira de Lima, Francys de Carvalho Lima, Wadegenha Mota Lopes e Valquelene Carvalho Milhomen. 

Endereço: Casa do Conselhos na Rua Urbano Santos, nº 513, Juçara

Presidenta

Presidenta Maria de Jesus Torquato Cavalcante

Cada conselho é formado por 10 membros e respectivos suplentes, sendo cinco nomes indicados pela Administração Pública Municipal, com mandato de quatro anos, e os outros são eleitos em assembleias pela sociedade civil, para atuarem por dois anos. 

Apaixone-se por Imperatriz