Saúde

INCLUSÃO

Programa Saúde Mental realiza festa junina

Barracas, decoração caipira, danças e comidas típicas fizeram parte do arraial

Publicado em: 28/06/2018 por Maria Almeida

Secretaria de Saúde

Programa Saúde Mental realiza festa junina

Apresentação de dança dos familiares e usuários da Saúde Mental (Foto: Maria Almeida)

Em clima de muita alegria e descontração, o “Arraiá da Integração” encerrou as programações juninas da rede de saúde mental do Município. Envolvendo familiares, servidores e assistidos pelos Centros de Atenção Psicossocial, CAPS III,  CAPS/AD III e residência terapêutica, a festa foi realizada na manhã dessa quarta-feira, 27 nas dependências do programa, no Complexo de Saúde do Parque Anhanguera.

Apresentações de quadrilhas com encenação de casamento da roça, comidas típicas e muita música com forró pé de serra, embalados pela sanfona e show do cantor Wellington Tigrão. O secretário de Saúde, Alair Firmiano, acompanhou o momento. “Vemos a alegria nos olhares e nas danças quando eles participam. Isso nos motiva a continuar promovendo eventos como este que, além de festejar, melhoram o psicológico dos participantes” - ressaltou.

A psicóloga e coordenadora da rede de Saúde Mental, Maria Aparecida, confirma que essas confraternizações servem como parte da terapêutica de tratamento. “Eles são muito excluídos, então dificilmente participam de momentos como esse no dia a dia com a família fora daqui. As comemorações funcionam como terapia, eles se envolvem tanto nos preparativos quanto no dia da festa” – afirmou.

O paciente Cícero Edvanio dos Santos ressalta que gostou do arraiá. “Muito bom, a gente se diverte. Além disso, o CAPS ajuda a gente se manter com cabeça no lugar, a gente toma o remédio no horário certo, as psicólogas atende a gente bem, as nutricionistas, as assistentes sociais, todo mundo nos atende bem”.

Na última sexta-feira foi realizado também o arraiá da equoterapia com CAPS Infanto Juvenil. “Integração das equipes com a família e usuários, visando o bem estar é nosso principal objetivo, pois esse é o momento que eles conseguem mostrar sua alegria e confraternizar” - enfatizou o coordenador do CAPS AD III Robson Mariano.

Saúde

Apaixone-se por Imperatriz