Prevenção

ATENDIMENTO

Campanha oferece teste rápido de prevenção às hepatites virais em Imperatriz

Resultado é entregue por psicólogos e assistentes sociais em 30 minutos

Publicado em: 16/05/2018 por João Rodrigues

Secretaria de Saúde

Campanha oferece teste rápido de prevenção às hepatites virais em Imperatriz

Resultado sai em 30 min, com encaminhamento para atendimento ou orientação (Foto: Edmara Silva)

A prevenção ainda é o melhor remédio, principalmente, para o caso das hepatites virais, conhecidas como doenças silenciosas, que só podem ser detectadas por meio de exames de amostras de sangue. Diante dessa realidade, o Programa Municipal de Hepatites Virais deu início, na terça-feira, 15, no Centro de Referência em Assistência Social, CRAS, do Bacuri, a campanha voltada para as alunas do curso de manicure.

A campanha, também, integra a 3ª Semana Estadual de Combate às Hepatites Virais, que ocorre anualmente na segunda semana de maio. Durante todo o dia, 30 pessoas foram submetidas aos testes rápidos que podem detectar ou não a presença da Hepatite “B” ou Hepatite “C”. No total foram ofertados 60 testes rápidos.

“As manicures são atendidas por profissionais que fazem um furinho (com agulha), no dedo em que coleta sangue para os testes de Hepatite B e Hepatite C. Em 30 min sai o resultado e a pessoa pode ser encaminhada ao ponto de referência em atendimento ou simplesmente receber a orientação”, destaca a coordenadora do programa municipal da Hepatites, Lusivânia Sousa Ubirajara. Resultado é entregue de forma individual, por especialistas como psicólogos e assistentes sociais.

O ponto de referência para onde são encaminhadas as pessoas que tiveram resultado positivo é a sede do Programa Municipal de Hepatites Virais, no Complexo de Saúde do Parque Anhanguera, que funciona de segunda a sexta-feira, com todo o atendimento voltado ao combate à doença.

Com dois meses no curso de formação de manicures, Jaqueline Bezerra, 26 anos, aprovou a campanha. “Achei uma boa ação, pois sempre é bom a gente saber como anda a saúde e se prevenir”, destacou a jovem que já foi orientada a esterilizar os instrumentos usados para cuidar das unhas.

Programação 

Profissionais do Programa Municipal de Hepatites irão atender, nesta quarta-feira, 16, no mesmo local, Cras do Bacuri, na quinta-feira retornam a sede do programa e na sexta-feira encerram as atividades da campanha com alunos do Sanai.

Hepatites viras

A hepatite é a inflamação do fígado, que pode ser causada por vírus ou outras situações como o uso de alguns remédios, álcool e outras drogas, doenças metabólicas e genéticas ou doenças autoimunes. Quando surge, apresenta sintomas como cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.

De acordo com Lusivânia Ubirajara, a pessoa pode ter o contágio da doença por meio do sangue contaminado ou relações sexuais. “As hepatites além de serem graves o vírus pode ficar até três dias fora de nosso organismo. Então é aconselhável que se faça esterilização de estufas, no caso de manicures, para que outras pessoas não se contaminem”, explicou.

Prevenção

Apaixone-se por Imperatriz