Nota

RESPOSTA

Prefeitura rebate acusação maldosa sobre contração de artista para a festa de Réveillon na Beira Rio

Todo o processo para contratação de shows pela Prefeitura de Imperatriz está dentro da legalidade e do que reza os preceitos da gestão pública

Publicado em: 02/12/2019 por Assessoria de Comunicação

Assessoria de Comunicação

Prefeitura rebate acusação maldosa sobre contração de artista para a festa de Réveillon na Beira Rio

Em respeito à opinião pública, informamos que não procede a publicação do blogueiro Rui Porão, que por atitude conscientemente maldosa. (Foto: Divulgação)

Em respeito à opinião pública, informamos que não procede a publicação do blogueiro Rui Porão, que por ATITUDE CONSCIENTEMENTE MALDOSA,  acusa a gestão municipal de superfaturamento na contratação de show do cantor Aldair Playboy, marcado para a tradicional festa de Réveillon na virada do ano na Avenida Beira Rio.

É de conhecimento do meio artístico e daqueles que trabalham com eventos, que por ocasião de datas festivas como natal, ano novo e carnaval, devido à grande demanda de solicitações, os caches e contratações de shows de bandas e artistas costuma aumentar de preço, conforme explica em áudio e comprova com notas fiscais Júlio Cesar, da Solo Music,responsável pela contratação do cantor Aldair Playboy.

Segundo ele não se pode, portanto, comparar uma data normal, com a de final de ano, como é o caso em tela, com um show em um dia qualquer do ano. “Não existem esses preços, se quiser eu mando as nossas notas fiscais, Réveillon é uma data específica, chegamos a vender até por 50% ou 100% a mais nessa data, pois tem logística.”, afirma.

Como se vê, nota-se por parte do blogueiro a finalidade única de acusar a gestão municipal, em especial o prefeito Assis Ramos e a Fundação Cultural, que nada mais estão fazendo do que atender a uma demanda da sociedade, que é o tradicional show da virada de ano, com queima de fogos na nossa Beira-rio, ação que traz alegria para milhares de imperatrizenses.

Finalmente, deixamos claro que todo o processo para contratação de shows pela Prefeitura de Imperatriz está dentro da legalidade e do que reza os preceitos da gestão pública, no que procuraremos portanto os caminhos da Justiça para mais uma vez punir  a ação criminosa daquele que dia e noite só trabalha em função de atacar  e caluniar com toda sorte de mentiras a gestão municipal.

Imperatriz (MA), 02 de dezembro de 2019

José Carneiro Buzuca
Diretor da Fundação Cultural de Imperatriz

Nota

Apaixone-se por Imperatriz