Homenagens

73 ANOS

Prefeitura comemora aniversário da Lagoa Verde com corte do bolo

Programação contou com som automotivo, alvorada, culto e missa, cavalgada, almoço e show

Publicado em: 30/07/2018 por João Rodrigues

Assessoria de Comunicação

Prefeitura comemora aniversário da Lagoa Verde com corte do bolo

Programação contou com corte do bolo, som automotivo, alvorada, culto e missa, cavalgada, almoço e show (Foto: Patrícia Araújo)

Moradores da Lagoa Verde e proximidades comemoraram, no final de semana, o aniversário de 73 anos do povoado, em grande estilo e vasta programação. A Prefeitura de Imperatriz montou a estrutura do evento e, em solenidade, fez o corte simbólico do bolo e distribuiu em pedaços e embalados, no domingo. No sábado, 28, festa foi animada por som automotivo e no dia seguinte, alvorada às 5h, culto e missa em ação de graças, além cavalgada, almoço comunitário e encerramento com show do cantor Tigrão.

“Montamos o palco com sonorização e acertamos a apresentação do artista para animar a juventude. Tudo isso foi uma determinação do prefeito Assis, que tem essa preocupação em apoiar o povoado, assim como vai ser no próximo domingo, no aniversário do povoado Centro Novo e temos a honra de vir aqui representar nosso prefeito", destacou o presidente da Fundação Cultural, José Carneiro Santos Buzuca.

A prefeitura, também, apoiou a comissão organizadora local da programação com o envio de sua equipe de cerimonial, patrocinou o bolo com a respectiva distribuição, e, ainda, almoço comunitário. Como ocorre na festa do aniversário de Imperatriz, foi entregue em pedaços de forma organizada, mas o bolo simbólico foi cortado por dona Almerinda, 87 anos, uma das fundadores da Lagoa Verde, ao lado de Buzuca e do vereador Antonio Pimentel (PDT).

A organização dos moradores chama a atenção não só politicamente, mas socialmente. Todos os anos, o povoado tem o carnaval tradicional  e o fora de época, além da festa de aniversário. As programações têm participação dos moradores, como a professora de Geografia e bacharel em Direito, Celma Feitosa, que este ano  percorreu as ruas do povoado à bordo de um carro de som, às 5h, convidando as famílias para a cerimônia. “Eu fui passando nas ruas e chamando pelo nome", orgulhou-se a mulher que, em 1997, fez a monografia “A história e a evolução de Lagoa Verde” para obtenção de nota final do curso. “Eu queria falar que o prefeito Assis Ramos, ainda nem conhecia a gente e ele já patrocinou nossa festa. Ficamos muito felizes, pois ele não mediu esforços para nos ajudar”, finalizou.

Breve histórico

Cortado pela BR-010 e distante aproximadamente 10 Km do Entroncamento de Imperatriz, Lagoa Verde é um povoado criado por famílias tradicionais como a Feitosa e Lopes, cujos descendentes continuam morando no lugar. A área, polo rural, é formada pelos povoados Açaizal, Água Boa, Centro Novo e Vila Chico do Rádio. A estimativa é que Lagoa Verde tenha 5 mil habitantes, que somados aos do entorno pode chegar a 7 mil moradores. As primeiras famílias são de seu Raimundo Izaque, seu Manuca, dona Almerinda, dona Constância, dona Luzia. 

Homenagens

Apaixone-se por Imperatriz