Educação

PROJETO

Escola Marly Sarney recebe material didático para educação empreendedora

Iniciativa beneficiará crianças do 1º ao 5º ano, aplicada em quatro instituições da rede municipal

Publicado em: 16/05/2018 por Sara Ribeiro

Secretaria de Educação

Escola Marly Sarney recebe material didático para educação empreendedora

Professores receberam capacitação de 30h para desenvolverem metodologia a ser aplicada (Foto: Edmara Silva)

Coroando uma série de etapas de trabalho desenvolvidas em parceria com o Sebrae, a Secretaria Municipal de Educação, Semed, iniciou nesta quarta-feira, 16, o projeto Jovens Empreendedores Primeiros Passos, na Escola Marly Sarney, Vila Redenção, com entrega do material didático a ser utilizado durante o ano de 2018.

Direcionado às crianças do 1º ao 5º do ensino fundamental, projeto será de caráter experimental, aplicado em quatro instituições da rede municipal de ensino, que incluem ainda as escolas Fraternidade, Professor José de Queiroz e Amizade. A cada série serão aplicados conteúdos diferenciados, tendo a teoria aliada à prática.

“Praticado em países desenvolvidos há anos, a intenção é que o projeto desperte o espírito empreendedor nas crianças, para que comecem a ter noção e futuramente tenham mais oportunidades, virando empresários, ou não, mas que já crescem com esse espírito empreendedor” – observou Maurício Lima, gerente do Sebrae.

Professora da turma do 1º ano, Creusivan Pereira da Silva, ressalta a expectativa em desenvolver o projeto. “No início foi uma novidade para nós, ficamos em dúvida, pensamos que iria ser difícil. Mas com a formação dos professores, vimos que não é tão difícil, até porque podemos utilizar a interdisciplinaridade. Então, é algo que pode beneficiar a gente e os alunos a sermos futuros empreendedores” – destacou.

Os professores que atuarão no Jovens Empreendedores, receberam capacitação de 30h para desenvolverem metodologia a ser aplicada. Em dezembro acontece a culminância das atividades, com a feira de empreendedorismo, espaço em que as crianças irão apresentar tudo aquilo que aprenderam.

“O encerramento será bem interessante, com exposição das produções e comercialização à comunidade. Apresentaremos as descobertas dos diversos tipos de aroma, assim como a atividade prática, com horta, plantação e cultivo” – finalizou Creusivan Pereira, responsável pelo tema “O mundo das ervas aromáticas”.

Educação

Apaixone-se por Imperatriz