Cultura

PREVENÇÃO

Reunião discute ações preventivas para Carnaval A Gente Faz 2020

Durante as festividades, garrafas de vidro serão proibidas nas proximidades da concha acústica

Publicado em: 13/02/2020 por Rafael Pestana

Fundação Cultural de Imperatriz

Reunião discute ações preventivas para Carnaval A Gente Faz 2020

Ação conjunta reúne órgãos de segurança do município para traçar metas para o período carnavalesco. (Foto: Edmara Silva)

Nesta quinta-feira, 13, a Prefeitura de Imperatriz realizou uma reunião com os principais órgãos do município para discutir planos de ações preventivas para garantir a segurança dos foliões no período carnavalesco. O encontro, sediado e organizado pela Fundação Cultural de Imperatriz, contou com a participação de representantes da Superintendência de Proteção e Defesa Civil, Sumpdec, Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte, Setran, Corpo de Bombeiro Militar e Polícia Militar.

José Carneiro Buzuca, presidente da Fundação Cultural, declara que “nós temos uma preocupação em fazer um carnaval bom, com bastante eficácia, e para que isso aconteça, precisamos que os órgãos responsáveis estejam alinhados para fazer a segurança dos foliões. Além de trazermos grandes bandas, de nível nacional, a gente também tem essa preocupação com o bem estar das pessoas, pois sabemos que o carnaval só será sucesso, se a população puder se divertir com conforto e segurança."

O período carnavalesco terá início nos dias 15 e 16 de fevereiro, com o Festival de Marchinhas e a escolha da Rainha do Carnaval 2020 e o Carnaval A Gente Faz acontece nos dias 22, 23, 24 e 25. Dentre as ações para garantir a segurança das pessoas, os órgãos públicos se utilizarão do videomonitoramento no auxílio das possíveis ocorrências. Além das equipes do Samu e do Bombeiro que estarão equipadas com kit de primeiros socorros e macas para atender a população.

A exemplo de edições anteriores, neste ano, barricadas serão montadas nos pontos de acesso à concha acústica da Avenida Beira Rio, palco principal das festividades, para impedir a entrada de garrafas de vidro no perímetro dos shows, a medida visa evitar acidentes com o material cortante. Antes da realização dos eventos, o palco passará por uma inspeção completa para garantir que tudo esteja dentro das normas de segurança.

Michelangelo Abreu, coordenador da Sumpdec, explica que “a soma de nossas ações serão fundamentais na contribuição para a segurança dos brincantes. E graças a esse esforço coletivo, acreditamos que teremos um excelente carnaval, com pouco ou nenhum incidente. E é esse o nosso propósito, traçar medidas que possam garantir a segurança para que as pessoas tragam as suas famílias e aproveitem bem o carnaval de Imperatriz.”

Cultura

Apaixone-se por Imperatriz