Cultura

VALORIZAÇÃO

Prêmio "Edelvira Marques de Literatura" incentiva publicação de livros

Edital pretende estimular, difundir e promover bens culturais que enaltecem a identidade imperatrizense

Publicado em: 13/06/2018 por Domingos Cezar

Fundação Cultural de Imperatriz

Prêmio "Edelvira Marques de Literatura" incentiva publicação de livros

Serão premiados 10 projetos inéditos de gênero literário universal e obras que resgatam a história de Imperatriz (Foto: Edmara Silva)

A Prefeitura apresentou na tarde de terça-feira, 12, no auditório da Academia Imperatrizense de Letras, AIL, o edital Prêmio Edelvira Marques de Literatura, com objetivo de fomentar a publicação de livros inéditos na cidade. Iniciativa contemplará, por meio de recursos do Fundo Municipal de Incentivo à Cultura (FMC), escritores locais independentes, para que a história e a memória sejam resgatadas e preservadas.

Desta forma, a Fundação Cultural de Imperatriz, FCI, pretende estimular, difundir e promover os bens culturais que enaltecem a identidade imperatrizense; aprimorar, apoiar o conjunto de manifestações artísticas, bem como, desenvolver atividades que fortaleçam a produção cultural de forma sustentável.

O edital disponibiliza recurso na ordem de R$ 50 mil, sendo que, cada candidatura receberá o valor bruto de R$ 5 mil. Serão premiados 10 projetos inéditos de gênero literário universal e obras com foco no resgate histórico do município. As obras estão classificadas no gênero poesia, conto e crônica, na modalidade coletânea, enquanto os gêneros romance, registro histórico e livre, na individual. Cada proposta deverá estar acompanhada dos originais do livro, em duas vias (impressa) e uma em mídia CD-R ou DVD-R.

Os envios serão analisados por técnicos da FCI, membros do Conselho Municipal de Cultura, além de um representante indicado pela Academia Imperatrizense de Letras, um professor especialista da UFMA e outro da UemaSul.

Ao término da reunião, o presidente da FCI, José Carneiro Santos agradeceu a participação de membros da UemaSul, da UFMA e da AIL, que, segundo ele, enriqueceram o debate, no que diz respeito à modificação de alguns artigos do edital. “Vamos ouvir outros segmentos culturais, notadamente da área de literatura, para que possamos melhorar ainda mais o conteúdo do edital e então publicá-lo no jornal O Progresso e no endereço eletrônico da prefeitura WWW.imperatriz.ma.gov.br”, conclui.

Cultura

Apaixone-se por Imperatriz