Assistência Social

BENEFÍCIO EVENTUAL

Usuários do Centro de Referência da Pessoa com Deficiência recebem cestas básicas

Secretaria de Desenvolvimento Social já entregou mais de 1000 cestas para usuários de diferentes programas

Publicado em: 06/06/2020 por Sara Batalha

Secretaria de Desenvolvimento Social

Usuários do Centro de Referência da Pessoa com Deficiência recebem cestas básicas

As cestas tem sido entregues com todos os cuidados recomendados pelos órgãos de saúde e pelos decretos municipais (Foto: IMADRONEBR)

Desde o início do isolamento social na cidade, ainda por volta de março, a Sedes tem ofertado cestas básicas aos usuários de diversos Programas. Já foram entregues cerca de 1.250 cestas, mas este número pode ser até maior, e entre os beneficiados estão os usuários do Centro de Referência da Pessoa com Deficiência. Devido à pandemia do novo coronavírus, muitas pessoas tiveram seus salários reduzidos, ou mesmo ficaram desempregadas, diante disto, a Sedes intensificou a oferta do benefício eventual cesta básica.

De acordo com a secretária de Desenvolvimento Social, Janaína Ramos, “os assistidos são, em geral, famílias acolhidas pelos programas – aquelas que frequentavam assiduamente, antes da pandemia, as atividades nos Centros de Referência, inclusive os usuários do CRPD. Mas, a equipe de assistentes sociais da Sedes também avalia a situação de outros cidadãos e categorias, para a entrega da cesta. Foi o caso, por exemplo, das famílias da Associação dos Catadores de Material Reciclável de Imperatriz, Ascamari, que, com o isolamento social, enfrentaram grandes dificuldades financeiras e também receberam o benefício”, lembrou.

A coordenadora do CRPD, Jacqueline Belchior, informou que “conseguimos atender aos autistas, cadeirantes e deficientes visuais e vamos continuar prestando essa assistência aos usuários do CRPD”, disse.

A dona de casa e usuária do Cras, no bairro Bom Sucesso, Eliane Sousa Santos, recebeu a cesta e ficou agradecida. “Muito obrigada pela cesta! Eu fiquei muito feliz, porque estou desempregada e doente, precisava de verdade, então, só posso agradecer”. 

Assistência Social

Apaixone-se por Imperatriz