Assistência Social

CAD ÚNICO

Inscrição dos beneficiários do BPC termina em dezembro

Quem não se cadastrar terá benefício bloqueado a partir de janeiro de 2019

Publicado em: 06/11/2018 por Maria Almeida

Secretaria de Desenvolvimento Social

Inscrição dos beneficiários do BPC termina em dezembro

Cadastro está sendo feito nos seis Centros de Referência em Assistência Social, CRAS (Foto: Edmara Silva)

Pessoas que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC), também conhecido como benefício LOAS, têm até dezembro para se inscrever no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. Registro é obrigatório. A Secretaria de Desenvolvimento Social, Sedes, alerta beneficiários de Imperatriz para não perderem o prazo, pois todos devem estar no Cadastro Único até 31 de dezembro para que o benefício seja mantido.

Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento Social, existem 9.436 beneficiários em Imperatriz, sendo 5.057 pessoas com deficiência e 4.379 idosos. “Estamos realizando o cadastro nos seis Centros de Referência em Assistência Social, CRAS, que temos - Santa Rita, Santa Lúcia, Bom Jesus, Bacuri, Cafeteira e Coquelândia- para facilitar o acesso da comunidade” – informou a secretária da Sedes, Janaína Ramos.

A pessoa que recebe o benefício ou responsável familiar pode procurar qualquer um dos CRAS, munido do CPF de todos os membros da família do beneficiário. “Outras informações, como RG e comprovante de residência, podem ajudar no momento da inscrição” – acrescentou a coordenadora da Proteção Básica, Divina Leide Brito.

Ela ressalta que idosos e pessoas com deficiência, que tenham dificuldade de deslocamento, a inscrição pode ser feita pelo responsável familiar. “É importante lembrar que para fazer esse cadastramento não precisa ser o próprio beneficiário. Qualquer membro familiar, maior de 16 anos e que tenha capacidade de prestar informações, pode ser o responsável familiar para responder ao cadastro”, afirmou.

O Cadastro Único reúne informações das famílias com renda per capita de até meio salário mínimo ou renda total familiar de até três salários mínimos e é utilizado por diversos programas sociais. Nele, são registradas as características da residência, a identificação de cada pessoa, a escolaridade, a situação de trabalho e renda, entre outras informações.

Assistência Social

Apaixone-se por Imperatriz