Blog

Nossa Gente

Adalberto Franklin

Editor, Historiador e Jornalista

Publicado em: 28/01/2017 por William Castro

Adalberto Franklin nasceu no dia 28 de abril de 1962 no sítio Santo Antônio, município de Uruçuí (PI). Até janeiro de 1972 residiu com os pais – Martinho Alves de Castro e Iracema Pereira de Castro – no município de Balsas (MA), a partir de quando passou a viver, com a família, em Imperatriz (MA), onde é radicado.

Dos 11 aos 22 anos foi tipógrafo e empresário gráfico. Ingressou no jornalismo em 1983. Estudou História, na Universidade Estadual do Maranhão, e Direito, na Faculdade de Educação Santa Terezinha (Fest). É jornalista profissional desde 1986.

Foi editor-chefe do jornal “O Progresso”, de 1986 a 1988 e do jornal católico “Sinais dos Tempos”, de 1983 a 1991; redator de telejornais da TV Mirante em Imperatriz, em 1991; colunista do jornal “O Estado do Maranhão” em 1993 e 1994. Colaborou em diversos periódicos de circulação regional e nacional.

Foi um dos fundadores e compôs a primeira diretoria da Associação de Imprensa da Região Tocantina e do Sindicato dos Jornalistas de Imperatriz.

Coordenava publicações literárias desde os 15 anos de idade. Em 1991, fundou a Ética Editora, pela qual coordenou a publicação de mais de 400 títulos.

Publicou oito livros; dois deles sobre a história de Imperatriz.

Católico engajado, atuou em pastorais sociais e movimentos da Igreja. Foi membro da Comissão Diocesana de Justiça e Paz das dioceses de Carolina e Imperatriz, na década de 1980, e da Pastoral da Comunicação da Diocese de Imperatriz. De 1983 a 2017, foi dirigente do Movimento de Cursilhos de Cristandade.

Membro fundador da Academia Imperatrizense de Letras; membro efetivo da Academia de Letras, História e Ecologia da Região Integrada de Pastos Bons e do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão. Ganhou duas vezes o “Prêmio Literário Academia Imperatrizense de Letras”.

Exerceu os cargos públicos de secretário de Comunicação da Prefeitura de Açailândia (1993-1994); presidente da Fundação Cultural de Imperatriz (1996-1998); secretário do Desenvolvimento Econômico de Imperatriz (2001-2002), quando fundou o Banco do Povo; presidente da Comissão de Licitações da Prefeitura de Imperatriz (2002-2003) e secretário da Gestão Pública de Imperatriz (2004).

Foi presidente do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores e durante dez anos vinha sendo reeleito membro do Diretório Municipal, partido pelo qual foi candidato a prefeito de Imperatriz em 2012.

Foi fundador do Clube de Xadrez de Imperatriz; presidente da Federação Maranhense de Xadrez e vice-presidente da Confederação Brasileira de Xadrez. Foi árbitro nacional de Xadrez e dirigiu diversas competições nacionais e internacionais. Em 2008, se tornou membro do Fórum Nordeste do Livro e da Leitura.

Em 2000 recebeu, da Câmara Municipal de Imperatriz, a “Comenda Barão de Coroatá”, por relevantes serviços prestados à cultura municipal, e, em 2012, o título de “Cidadão Imperatrizense”. Ainda em 2012, foi agraciado com a “Medalha João Francisco Lisboa” pela Academia Maranhense de Letras, e distinguido, pela Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão com o título de “Cidadão Maranhense”.

Foi casado com Rosa de Sousa Castro, com quem teve três filhos: Marcos Vinício, 31 anos, advogado, Eduardo Franklin, 27 anos, webdesign e Mariana Castro, jornalista; avô de Valentina, nascida em 2012 e Maria Helena, nascida em 2014.

Faleceu na noite do dia 02 de março de 2017, vítima de acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico sofrido dia 9 de fevereiro do mesmo ano, quando participava de reunião na Academia Imperatrizense de Letras.

Nossa Gente

Apaixone-se por Imperatriz