Blog

Nossa Cidade

Costumes e segredos do mês de Maio

No mês que celebra o Dia das Mães, fatos históricos e um pouco de poesia

Publicado em: 04/05/2018 por Luana Barros

Este é o “vento de maio, rainha dos raios de sol”, como dizia Elis Regina; referindo-se ao mês das mães e das noivas, que traz consigo uma nova estação, a primavera. Mês da estação das colheitas, sendo uma época muito importante para os costumes populares, é celebrado com muitas flores, em homenagem à natureza que refloresce e à primavera que por lá atinge a plenitude, tornou-se o mês das noivas, celebrando o amor no casamento.

Importantes fatos históricos marcam este mês; como o Dia do Trabalhador, a criação da Lei do Salário Mínimo no Brasil, em 1940, e também a morte do piloto de Fórmula 01, Ayrton Senna, todos em 1º de maio. Outra data relevante do mês, é 10 de maio de 1994, quando Nelson Mandela, primeiro negro da história, assume a África do Sul. Em 13 de maio, comemora-se a Abolição da Escravatura, 17 é o Dia da Constituição, e em 2018, 31 de maio será Dia de Corpus Christi.

Outra data que virou tradição, comemorado no segundo domingo de maio, o Dia das Mães originou-se na Grécia Antiga, a entrada da primavera era festejada em honra de Rhea, a Mãe dos Deuses. No Brasil, coube à Associação Cristã de Moços do Rio Grande do Sul (ACM-RS) a iniciativa da comemoração. A primeira celebração no país ocorreu em 12 de maio de 1918, em Porto Alegre. Aos poucos, a festividade foi se espalhando pelo país e, em 1932, o então presidente Getúlio Vargas, oficializou a data no segundo domingo de maio.

E, para aproveitar os bons ventos que maio anuncia em nossa região, com a proximidade do verão, fica o conselho de Clarice Lispector “Sejamos como a primavera, que renasce cada dia mais bela, exatamente porque nunca são as mesmas flores”.

Nossa Cidade

Apaixone-se por Imperatriz